Leilão Motos

Descubra as vantagens de comprar em leilão.

+ Leilão Motos

Leilão de Motos

O sonho de adquirir um veículo próprio povoa o imaginário de diversos brasileiros, mas em tempos de crise econômica mundial, o receio de entrar em um financiamento ou em um consórcio também enche de dúvida os trabalhadores que já têm tantas dívidas para honrar.

Para muitos, o carro ou a moto são, inclusive, meios de trabalho. É por meio do veículo que eles conseguem se deslocar pela cidade para fazer o ofício. Um bom exemplo são os motoboys, trabalhadores que lançam mão das duas rodas para fazer o dia a dia de outras pessoas mais ágil e funcional.

Para estes e muitos outros profissionais, há uma opção segura e legal de adquirir uma moto para começar a trabalhar ou dar sequência na carreira: são os leilões de motos, como você confere no vídeo a seguir:

As motos em leilão são todas legalizadas e, por isso, não é preciso ter medo de cair em alguma falcatrua. Na grande maioria das vezes, este tipo de leilão é realizado por órgãos competentes e confiáveis, como seguradoras e até mesmo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

O leilão de motos e veículos costuma sair mais em conta para o comprador, já que ele adquire o bem de consumo por um preço até 40% inferior ao do mercado, mas com a mesma qualidade e garantia. Todavia, é preciso checar as condições do bem na hora do leilão e, para isso, inspecione a lataria para procurar arranhões e amassados, o interior, os compartimentos e até mesmo o estado dos pneus e a parte elétrica. Precaução não faz mal a ninguém.

De maneira geral, dificilmente um comprador de leilão costuma ter problemas com a documentação do carro ou da moto adquirida.  Há quem diga que é preciso uma grande manutenção dos veículos após comprar neste tipo de transação, o que poderia não valer a pena para quem tem o dinheiro.

Confira algumas vantagens de adquirir motos e outros veículos em leilões:

Para participar de um leilão, o interessado deve ser maior de 18 anos, ter Cadastro de Pessoa Física (CPF) regular e deve se inscrever para participar do evento. Cada leilão, seja ele de seguradora ou do Detran, tem uma data específica para acontecer e conta com um “termo de leilão”, tipo de edital que explica para aqueles que não conhecem, como funciona o leilão.

Caso o lance seja aceito, o interessado deve apresentar cerca de 20% do valor do lance no ato da compra, ou seja, no mesmo dia do leilão, em espécie ou em cheque calção. Dois dias depois, o pagamento do montante final deve ser realizado por meio de boleto bancário, espécie ou cheque, segundo as regras de cada leilão, acrescido aos valores cobrados pelas empresas que realizam os leilões, ou a transação não é completada. Dessa forma, é preciso ter em mente que não há parcelamento do preço acertado em leilões de motos e outros veículos automotivos.

O arrematante fica responsável pelo pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) referente ao ano do leilão, assim como o valor referente à transferência do veículo para o seu nome, regularizando-o na propriedade do novo dono. É importante destacar ainda que a moto, carro, etc não é entregue ao novo proprietário no mesmo dia em que acontece o leilão. Fica ainda sob a responsabilidade do comprador a retirada da moto, carro ou mesmo lote de veículos, em uma data combinada no dia da transação.

Economize seu dinheiro e converse com quem já participou de leilões para descobrir se este tipo de transação corresponde às suas expectativas. Converse com seu mecânico de confiança e, se possível, leve-o com você no dia do leilão para que ele possa avaliar o veículo antes dos lances, caso sinta-se inseguro com a compra. Cheque nos sites de leilões quais são as próximas datas e tente esclarecer suas dúvidas também com essas empresas. Quem sabe o sonho de sair motorizado por aí não está cada vez mais próximo de se tornar realidade?

NOVIDADES

Cadastre-se para receber nossas dicas e notícias



Links Úteis

Tabela Fipe de Motos

Antes de comprar, financiar sua moto consulte o valor de mercado através da tabela fipe.

As informações aqui contidas são de utilidade pública, não possuímos vínculos com nenhuma das empresas citadas e não nos responsabilizamos por alterações nas condições dos serviços citados.